Queimadores de Gordura, Lipólise e Lipogênese

12-01-2012 21:32
Queimadores de Gordura, Lipólise e Lipogênese (O que são, transformação de carboidratos, fatores que influenciam, importância)


Lipogênese

Quando ingerimos carboidratos, estes são transformados em glicose, e esta, entra na corrente sanguínea.

Quando a concentração de glicose depositada no sangue ultrapassa o seu limite máximo, seu excesso é removido pelo fígado, e este, o armazena em seu interior sob a forma de glicogênio.

Diante disso, é correto afirmar que ao ingerirmos glicose, conseqüentemente aumentaremos a concentração de glicogênio dentro do fígado.

Por sua vez, quando em excesso, o glicogênio é quebrado pelo fígado tendo seu excedente eliminado no sangue e, conseqüentemente, a concentração de ácidos graxos na corrente sanguínea será aumentada.

O excesso de ácidos graxos no sangue é removido pela pele, e esta, o armazenará dentro de células conhecidas como adipócitos (células armazenadoras de gordura). Este armazenamento ocorrerá sob a forma de gordura.

Lipólise

A lipólise é exatamente o processo contrário da lipogênese. Quando o sangue está com concentração de glicose abaixo do normal, ele recebe glicose do fígado resultante da quebra do glicogênio.

O fígado, por sua vez, para manter seu nível de glicogênio estável, retira ácidos graxos do sangue, transformando-os em glicogênio.

Quando o sangue, que teve os ácidos graxos removidos pelo fígado, chega até a pele, esta, quebra a gordura armazenada em seus adipócitos e a introduz no sangue sob a forma de ácidos graxos.

Os fatores que influenciam a lipólise e a lipogênese são: ingestão calórica, gasto energético, hormonal, psicológicos, sócio-familiares e hereditário.

Curiosidade:

Pessoas portadoras de hipoglicemia não conseguem fazer a lipólise, pois este é um distúrbio que a inibe.

Revista online (newsletter)
Edição de março de 2011
Por Luis Meirelles (lmdiets@gmail.com)
Nutricionista
Especialista em Nutrição Esportiva

Os Queimadores de gordura atuam no processo de lipólise que é processo de degradação de triglicérides em ácidos graxos. Esse processo é dependente da enzima Lipase Hormônio Sensível (HSL). Após o consumo dos Fat Burns, ocorre no metabolismo uma seqüência de reações metabólicas que aumentam a termogênese, que é induzida e comandada na fase 1 pela liberação de noradrenalina que atua como primeira mensageira, seguida pela ativação da AMPc que atua como segunda mensageira para a cascata de reações químicas que comandam a termogênese. Estes eventos vão ativar a Termogenina (dos genes UCP-1).

O tecido adiposo, mais especificamente a gordura branca, apresenta várias funções como fornecimento de energia. Sendo a maior reserva energética do corpo, sendo que um jovem adulto possui em média de 10 a 15 kg dessa reserva armazenada no corpo que totalizam um potencial de reserva energética de 140.000 calorias. As células de gordura branca regulam o balanço energético do organismo como um todo, ao estocar excesso de calorias ingeridas como Triacilgliceróis (triglicérides) e liberando-as na forma de energia quando esta demanda energética for necessária.

A termogênese é basicamente um processo de geração de calor. As células de gordura marrom fazem com que o organismo elimine calorias em excesso através da produção de calor, isso explica o porquê que em certas pessoas o excesso de calorias aumenta as reservas de gordura branca e em outras não, sendo que isso é determinado pela genética. Logo enquanto as células de gordura branca estocam triglicerides as células de gordura marrom (tecido especializado em gerar termogênese) responsável pela fosforilação oxidativa, mobilizam gorduras.

O potencial termogênico da gordura marrom depende da quantidade de Hiperplasia dessas células e da concentração de termogenina gerada por essas células. Essas células são ativadas também pelo grau de estímulo do sistema nervoso simpático. A termogênese classificada em obrigatória é aquela ativada pela ação específica da ingestão dos nutrientes, e a adaptativa é comandada por hiperfagia, genótipo e temperatura ambiente. Um mecanismo termogênico defeituoso contribui com a dificuldade de manter o peso desejado e também está correlacionado com todos os modelos de obesidade. O uso de estimuladores de lipólise por termogênicos não é de hoje. Nas décadas de 1920 já se conhecia os efeitos do potente Dinitrofenol (DNP) e na década de 50 já se usavam largamente alguns hormônios da tireóide.

Hoje alguns desses estimuladores de lipólise que atuam por termogênese incluem o chá verde, o citrus aurantium, o guaraná, a noz de cola, a mahuang e o mais novo desses termogênicos é a Fucoxantina que é um carotenóide extraído de algas nas profundezas do mar. A fucoxantina age estimulando o fígado a produzir DHA, fazendo com que o Gene UPC-1 ative a mitocôndria dos adipócitos, o resultado disso é um metabolismo basal mais acelerado.

Outra substância sendo atualmente explorada por suas ações termogênicas é o Capsiato que é um análogo da Capsaicina. Esse são encontrados na família de frutas do Capsicum (pimenta vermelhas) que são utilizados a séculos como condimentos para dar estímulos gustativos. Estudos tem demonstrado que essa substância (Capsaicina) apresenta notórios efeitos estimulantes do metabolismo por ação termogênica, agindo por estímulo na liberação de catecolaminas, eleva a temperatura corporal promovendo aumento do gasto energético em repouso, sendo assim o metabolismo suprime o acúmulo de gordura branca abdominal e visceral.

Foi comprovado que esses ativos provenientes das famílias das pimentas vermelhas tem ações específicas no metabolismo termoregulador e lipolítico, fazendo com que haja elevação nos níveis de UPC-1, e ativando esses genes na mitocôndria dos tecidos gordurosos. Alguns estudos também apontaram com o uso de substâncias uma Hiperplasia às células de gordura marrom, fazendo que o ocorra elevação da temperatura corporal e aumento do consumo de oxigênio. Porém alguns estudos também demonstraram que essas substâncias tem potente ação neurotóxica se usadas em quantidades altas e com freqüência, logo sua administração deve ser em dosagens limitadas e por curtos períodos de tempo.


Kobata K, Todo T, Yazawa S, Iwai K, and Watanabe T. Novel capsaicinoid-like substances, capsiate and dihydrocapsiate, from the fruits of a nonpungent cultivar, CH-19 Sweet, of pepper (Capsicum annuum L.). J Agric Food Chem 46: 1695-1697, 1998.
Ohnuki K, Niwa S, Maeda S, Inoue N, Yazawa S, and Fushiki T. CH-19 Sweet, a nonpungent cultivar of red pepper, increased body temperature and oxygen consumption in humans. Biosci Biotechnol Biochem 65: 2033-2036, 2001
 
fonte: http://bigmonstro.big-forum.net/t601-queimadores-de-gordura-lipolise-e-lipogenese
Voltar

Procurar no site

© 2010 Todos os direitos reservados para BIGMONSTRO

Aviso Legal: Recusamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações disponibilizadas através do site BIGmonstro, o qual tem por objetivo a informação, divulgação e educação sobre temas da musculação, e cujos artigos expressam somente o ponto de vista dos seus respectivos autores. Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico nutricional ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um profissional devidamente credenciado em seu conselho regional. As informações fornecidas não são individualizadas. Portanto, um profissional deve ser consultado antes de se iniciar uma atividade física.